Mirtazapina 30mg da Pharlab - Caixa com 30 comprimidos Orodispersíveis

Código: 702293 Marca:
R$ 115,75
ou R$ 109,96 via Boleto Bancário
Comprar Estoque: 5 dias úteis
  • R$ 115,75 PagSeguro
  • R$ 115,75 Mercado Pago
  • R$ 109,96 Boleto Bancário
  • R$ 115,75 American Express, Visa, Diners, Mastercard, Aura, Hipercard, Elo
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

POR DETERMINAÇÃO DA PORTARIA 344/98 DA ANVISA, ESTE MEDICAMENTO SÓ PODE SER VENDIDO MEDIANTE RETENÇÃO DA RECEITA.

***

Notas:

  1. Após a conclusão do pedido a equipe da Total Médica/ Farmácia Total solicitará a cópia da prescrição médica para o respectivo medicamento. A prescrição será submetida a avaliação do farmacêutico para confirmação e liberação.
  2. O cliente, se preferir, para antecipar a análise da prescrição, pode encaminhar a cópia do documento para o e-mail atendimento@totalmedica.com.br ou atendimento@farmaciatotal.com.br, imediatamente após o pedido.
  3. Em caso de indisponibilidade ou não aprovação da prescrição a Total Médica fará o ressarcimento do valor ao cliente.

 

MIRTAZAPINA PHARLAB, PARA O QUE É INDICADO E PARA O QUE SERVE?

Mirtazapina é um medicamento pertencente ao grupo dos antidepressivos. É indicado para tratar a doença depressão.

 

COMO O MIRTAZAPINA PHARLAB FUNCIONA?

A mirtazapina é uma substância que age no sistema nervoso central interferindo em outras substâncias responsáveis pela transmissão dos impulsos nervosos e melhorando os sintomas da depressão. A mirtazapina apresenta propriedades sedativas. Ela praticamente não apresenta atividade anticolinérgica e, em doses terapêuticas, praticamente não apresenta efeitos sobre o sistema cardiovascular. A ação de mirtazapina inicia, em geral, após 1 a 2 semanas de tratamento. O tratamento com uma dose adequada deve resultar em uma resposta positiva dentro de 2 a 4 semanas.

 

QUAIS AS CONTRAINDICAÇÕES DO MIRTAZAPINA PHARLAB?

Com alergia (hipersensível) à mirtazapina ou a qualquer outro componente de mirtazapina. Nesse caso, informe ao seu médico antes de iniciar o tratamento com mirtazapina;

Que estiver usando ou usou recentemente (dentro das últimas duas semanas) medicamentos classificados como inibidores da monoamino oxidase (IMAOs).

 

QUAIS CUIDADOS DEVO TER AO USAR O MIRTAZAPINA PHARLAB?

Uso em crianças e adolescentes menores de 18 anos de idade

Mirtazapina normalmente não deve ser utilizada em crianças e adolescente menores de 18 anos de idade, uma vez que a eficácia não foi demonstrada em dois estudos clínicos de curto prazo e devido a questões de segurança.

Você deve saber que pacientes menores de 18 anos têm aumento do risco de apresentar reações adversas tais como tentativa de suicídio, ideias suicidas e hostilidade (predominantemente agressão, comportamento hostil e ódio) quando tomam esse tipo de medicamento. Apesar disso, seu médico poderá recomendar mirtazapina para pacientes menores de 18 anos por considerá-lo a melhor opção. Se seu médico receitou mirtazapina para um paciente menor de 18 anos e você quiser discutir essa questão, volte à consulta. Você deve informar ao seu médico se algum dos sintomas mencionados acima aparecer ou piorar durante o tratamento de menores de 18 anos com mirtazapina. Ainda não foi demonstrada a segurança de longo prazo dos efeitos referentes ao crescimento, maturação e desenvolvimento cognitivo e de comportamento da mirtazapina nesse grupo etário.

Ideias suicidas e piora da depressão

Se estiver deprimido, você pode, algumas vezes, apresentar pensamentos de autoagressão ou suicidas.

Estes podem ser aumentados ao iniciar o uso de antidepressivos pela primeira vez, pois esses medicamentos demoram algum tempo para agir, geralmente cerca de duas semanas, mas algumas vezes, mais tempo.

Você estará mais propenso a apresentá-los:

  • Se já teve, previamente, ideias de suicídio ou de autoagressão;
  • Se for um adulto jovem. Informações dos estudos clínicos mostraram um aumento do risco de comportamento suicida em adultos com menos de 25 anos de idade, com condições psiquiátricas que foram tratadas com um antidepressivo;
  • Se tiver ideias suicidas ou de autoagressão a qualquer momento, contate o seu médico ou vá a um hospital imediatamente.

Se você tem, ou teve alguma vez, alguma das seguintes condições:

  • Informe ao seu médico sobre essas condições antes de iniciar o tratamento com mirtazapina, se já não o fez;
  • Convulsões (epilepsia). Se você apresentar convulsões ou se suas convulsões se tornarem mais frequentes, interrompa o uso de mirtazapina e contate o seu médico imediatamente;
  • Doenças do fígado, incluindo icterícia. Se ocorrer icterícia, interrompa o uso de mirtazapina e contate o seu médico imediatamente;
  • Doenças dos rins;
  • Doenças do coração, ou pressão sanguínea baixa;
  • Esquizofrenia. Se sintomas psicóticos, tais como ideias paranoides se tornarem mais frequentes ou graves, contate o seu médico imediatamente;
  • Depressão maníaca (períodos alternados de sensação de euforia/hiperatividade e humor deprimido). Se você começar a sentir-se eufórico ou hiperexcitado, interrompa o uso de mirtazapina e contate o seu médico imediatamente;
  • Diabetes (você poderá necessitar de ajuste da sua dose de insulina ou outros medicamentos antidiabéticos);
  • Doenças dos olhos, tais como o aumento da pressão nos olhos (glaucoma);
  • Dificuldade para urinar, que pode ser causada por um aumento da próstata;
  • Determinados tipos de doenças cardíacas que podem alterar o seu ritmo cardíaco, um ataque cardíaco recente, insuficiência cardíaca ou se utiliza medicamentos que podem afetar o ritmo do seu coração;
  • Se apresentar sinais de infecção, tais como febre elevada não explicável, dor de garganta e feridas na boca;
  • Interrompa o uso de mirtazapina e contate o seu médico imediatamente para fazer exame de sangue. Em raros casos, esses sintomas podem ser sinais de distúrbios na produção de células sanguíneas na medula óssea. Embora raros, esses sintomas aparecem mais comumente após 4-6 semanas de tratamento;
  • Se for uma pessoa idosa, você poderá ser mais sensível aos efeitos indesejáveis dos antidepressivos.

Você pode achar que ajuda contar a um parente ou amigo próximo que você está deprimido, e pedir a ele para ler esta bula. Você poderia pedir a eles para avisá-lo se acharem que sua depressão está piorando, ou se estiverem preocupados com alterações no seu comportamento.

Também se recomenda cautela com mirtazapina.

Gravidez e lactação

ESTE MEDICAMENTO NÃO DEVE SER UTILIZADO POR MULHERES GRÁVIDAS SEM ORIENTAÇÃO MÉDICA OU DO CIRURGIÃO-DENTISTA.

Peça orientação do seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

A experiência limitada com a administração de mirtazapina em mulheres grávidas não indica aumento do risco. No entanto, recomenda-se cautela ao usar o produto durante a gravidez.

Se você estiver tomando mirtazapina e engravidar ou se pretende engravidar, pergunte ao seu médico se pode continuar o tratamento com mirtazapina. Se você utilizar mirtazapina até o parto, ou logo antes do parto, seu bebê deve ser observado quanto à presença de possíveis efeitos adversos.

Pergunte ao seu médico se você pode amamentar enquanto estiver em tratamento com mirtazapina.

Informação importante sobre os componentes de mirtazapina

  • Mirtazapina comprimidos orodispersíveis contém aspartamo, uma fonte de fenilalanina, o que pode ser prejudicial para pacientes com fenilcetonúria.
  • Atenção fenilcetonúricos: contém fenilalanina.

Efeitos sobre a habilidade de dirigir e operar máquinas

  • Mirtazapina pode afetar sua capacidade de concentração e manter-se alerta. Assegure-se que essas habilidades não foram afetadas antes de dirigir ou operar máquinas.
  • Durante o tratamento, o paciente não deve dirigir veículos ou operar máquinas, pois sua habilidade e atenção podem estar prejudicadas.

 

SUPERDOSE: O QUE ACONTECE SE TOMAR UMA DOSE DO MIRTAZAPINA PHARLAB MAIOR DO QUE A RECOMENDADA?

Se você ou alguém tomar mais mirtazapina do que devia, procure um médico imediatamente. Os sinais mais comuns de superdose de mirtazapina (na ausência de outros medicamentos ou álcool) são tontura, desorientação e aumento do ritmo cardíaco. Os sintomas de uma possível overdose podem incluir alterações no seu ritmo cardíaco (batimentos rápidos e irregulares), e/ou desmaios, que podem ser sintomas de uma condição com risco de morte conhecida como Torsade de Pointes.

EM CASO DE USO DE GRANDE QUANTIDADE DESTE MEDICAMENTO, PROCURE RAPIDAMENTE SOCORRO MÉDICO E LEVE A EMBALAGEM OU BULA DO MEDICAMENTO, SE POSSÍVEL. LIGUE PARA 0800 722 6001, SE VOCÊ PRECISAR DE MAIS ORIENTAÇÕES.

 

MENSAGENS DE ALERTA:

  • Leia cuidadosamente esta bula antes de iniciar o tratamento com esse medicamento.
  • Guarde esta bula. Você pode precisar ler as informações novamente em outra ocasião.
  • Se você tiver alguma dúvida, peça auxílio ao seu médico ou farmacêutico.
  • Esse medicamento foi receitado para você e não deve ser fornecido a outras pessoas, pois pode ser prejudicial a elas, mesmo que os sintomas que elas apresentem sejam iguais aos seus.
  • Se algum dos efeitos colaterais se tornar grave ou se você apresentar algum efeito colateral que não esteja mencionado nesta bula, informe seu médico ou farmacêutico.

 

DIZERES LEGAIS DO MIRTAZAPINA PHARLAB

  • M.S. 1.4107.0616
  • Farm. Resp.:
    Geraldo Vinícius Elias
    CRF/MG-13.661
  • Fabricado por:
    Aurobindo Pharma Limited
    Hyderabad, Telangana State - Índia
  • Importado por:
    Pharlab - Indústria Farmacêutica S.A.
    Rua Olímpio Rezende de Oliveira, 28 - B. Américo Silva
    CEP: 35.590 00
    Lagoa da Prata/MG
    CNPJ: 02.501.297/0001-02
    Indústria brasileira

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA. SÓ PODE SER VENDIDO COM RETENÇÃO DA RECEITA.

 

 

BULA DO PACIENTE (Clique no botão):

 


Laboratório Pharlab - MS 141070616

Para obter informações adicionais ligue para Total Médica · Atendimento ao Cliente no (61) 3233-9706 ou no E-mail atendimento@totalmedica.com.br

Produtos relacionados

R$ 115,75
ou R$ 109,96 via Boleto Bancário
Comprar Estoque: 5 dias úteis
Pague com
  • PagHiper
  • Mercado Pago
  • PagSeguro V2
Selos

MBN Suprimentos em Saúde Ltda. ME - CNPJ: 21.689.389/0001-02 © Todos os direitos reservados. 2021

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência em nosso site. Para saber mais acesse nossa página de Política de Privacidade

A Total Médica segue as determinações da some text

MBN Suprimentos em Saúde Ltda ME | CNPJ: 21.689.389/0001-02 | Brasília – Distrito Federal | IE: 07.706.758/001-59 | AFE: 8.12300.2 e 2.08747.0 | RLE · Licença de Funcionamento / Sanitária: 53201981266.| Farmacêutica Responsável: Danúbia Maria Schneider, CRF 3224; | Endereço Sede: STRC 04, Conjunto F, Lote 18/20, Centro de Vivência, CEP: 71.225-540 | Horário de Funcionamento: Matriz - Segunda a Sexta das 08h00 às 18h00 | Site - 24 horas por dia.

As informações contidas neste site não devem ser usadas para automedicação e não substituem, em hipótese alguma, as orientações dadas pelo profissional da área médica. Somente o médico está apto a diagnosticar qualquer problema de saúde e prescrever o tratamento adequado. Ao persistirem os sintomas, um médico deverá ser consultado. Os preços e promoções divulgados no site são válidos apenas para compras feitas pela internet. Maiores esclarecimentos, consultar o site: www.anvisa.gov.br. A Total Médica trabalha com as tecnologias mais avançadas de proteção de dados, para que você possa realizar suas compras com tranqüilidade. A privacidade e a segurança dos clientes são compromissos da Total Médica. Todos os pedidos efetuados estão sujeitos à confirmação da disponibilidade de produto em nosso estoque. *Para receber em até 1 dia, suas compras devem ser feitas em dias uteis.