Azitromicina Di-Hidratada 500mg da Pharlab - Caixa 5 comprimidos

Código: 2017770 Marca:

POR DETERMINAÇÃO DA PORTARIA 344/98 DA ANVISA, ESTE MEDICAMENTO SÓ PODE SER VENDIDO MEDIANTE RETENÇÃO DA RECEITA.

***

Notas:

  1. Após a conclusão do pedido a equipe da Total Médica/ Farmácia Total solicitará a cópia da prescrição médica para o respectivo medicamento. A prescrição será submetida a avaliação do farmacêutico para confirmação e liberação.
  2. O cliente, se preferir, para antecipar a análise da prescrição, pode encaminhar a cópia do documento para o e-mail atendimento@totalmedica.com.br ou atendimento@farmaciatotal.com.br, imediatamente após o pedido.
  3. Em caso de indisponibilidade ou não aprovação da prescrição a Total Médica fará o ressarcimento do valor ao cliente.

Azitromicina di-hidratada é indicada no tratamento de infecções causadas por bactérias sensíveis à azitromicina; em infecções do trato respiratório inferior (brônquios e pulmões) e superior (nariz, faringe, laringe e traqueia), incluindo sinusite (infecção nos seios da face), faringite (inflamação da faringe) ou amigdalite (inflamação das amígdalas); infecções da pele e tecidos moles (músculos, tendões, gordura); em otite média (infecção do ouvido médio) aguda e nas doenças sexualmente transmissíveis não complicadas nos genitais de homens e mulheres, causadas pelas bactérias Chlamydia trachomatis e Neisseria gonorrhoeae.

É também indicado no tratamento de cancro (lesão de pele) devido a Haemophilus ducreyi (espécie de bactéria). Infecções que ocorrem junto com sífilis (doença sexualmente transmissível) devem ser excluídas.

 

COMO O AZITROMICINA DI-HIDRATADA PHARLAB FUNCIONA?
Azitromicina di-hidratada é um antibiótico que age impedindo que as bactérias sensíveis à azitromicina produzam proteínas, que são a base do seu crescimento e reprodução. Seu pico de ação é após 2 a 3 horas da administração por via oral de azitromicina di-hidratada.

 

QUAIS AS CONTRAINDICAÇÕES DO AZITROMICINA DI-HIDRATADA PHARLAB?

Azitromicina di-hidratada é contraindicada se você tem história de hipersensibilidade (reações alérgicas) à azitromicina, eritromicina, a qualquer antibiótico macrolídeo (classe de antibióticos a qual pertence a azitromicina), cetolídeo (outra classe de antibióticos) ou a qualquer componente da fórmula.

 

QUAIS CUIDADOS DEVO TER AO USAR O AZITROMICINA DI-HIDRATADA PHARLAB?

Comprimido

Apesar de raro, com o uso de azitromicina di-hidratada você pode desenvolver reações alérgicas graves como angioedema (inchaço das partes mais profundas da pele ou da mucosa, geralmente de origem alérgica) e anafilaxia (reação alérgica grave), raramente fatal, e reações dermatológicas incluindo Pustulose Exantemática Generalizada Aguda (PEGA) (reação alérgica grave extensa com formação de vesículas contendo pus em seu interior), Síndrome de Stevens Johnson (reação alérgica grave com bolhas na pele e mucosas), necrólise epidérmica tóxica (descamação grave da camada superior da pele) raramente fatal e Reações Adversas a Medicamentos com Eosinofilia e Sintomas Sistêmicos (DRESS - Drug Reaction with Eosinophilia and Systemic Symptoms) - (Reações adversas a medicamentos com resposta generalizada).

Se ocorrer alguma reação alérgica, o uso do medicamento deve ser descontinuado e deve ser administrado tratamento adequado.

Se ocorrer alguma reação alérgica, o uso do medicamento deve ser descontinuado e deve ser administrado tratamento adequado.

Se você tiver algum problema grave de fígado, avise seu médico, pois azitromicina di-hidratada deve ser utilizada com cuidado. Foram relatadas alteração da função hepática (funcionamento do fígado), hepatite (inflamação do fígado), icterícia colestática (coloração amarelada da pele e mucosas por acúmulo de pigmentos biliares, devido à obstrução), necrose hepática (morte de células do fígado) e insuficiência hepática (falência do fígado), algumas das quais resultaram em morte.

azitromicina di-hidratada deve ser descontinuada imediatamente se ocorrerem sinais e sintomas de hepatite.

Exacerbações dos sintomas de miastenia gravis (doença que causa fraqueza muscular) foram relatadas em pacientes em tratamento com azitromicina (substância ativa do medicamento).

Se você observar vômito ou irritação após a alimentação em recém-nascidos (até 42 dias de vida) que estejam em tratamento com azitromicina, entre em contato com o médico, pois pode ser um indicativo de estenose pilórica hipertrófica infantil.

Não utilize azitromicina di-hidratada juntamente com derivados do ergô (medicação com várias indicações incluindo analgesia, representados pela ergotamina).

O uso de antibióticos está associado à infecção e diarreia por Clostridium difficile (tipo de bactéria) que pode variar de diarreia leve a colite (inflamação do intestino grosso) fatal. É necessário cuidado médico nestas situações.

 

ESTE MEDICAMENTO NÃO DEVE SER UTILIZADO POR MULHERES GRÁVIDAS SEM ORIENTAÇÃO MÉDICA OU DO CIRURGIÃO-DENTISTA.

NÃO USE AZITROMICINA DI-HIDRATADA DURANTE A AMAMENTAÇÃO SEM ORIENTAÇÃO MÉDICA.

 

Não há evidências de que azitromicina di-hidratada possa afetar a sua habilidade de dirigir ou operar máquinas.

Suspensão Oral

Apesar de raro, com o uso de azitromicina di-hidratada você pode desenvolver reações alérgicas graves como angioedema (inchaço das partes mais profundas da pele ou da mucosa, geralmente de origem alérgica) e anafilaxia (reação alérgica grave), raramente fatal, e reações dermatológicas incluindo a Síndrome de Stevens Johnson (reação alérgica grave com bolhas na pele e mucosas) e necrólise epidérmica tóxica (descamação grave da camada superior da pele) raramente fatal.

Se ocorrer alguma reação alérgica, o uso do medicamento deve ser descontinuado e deve-se avisar o médico para que ele administre tratamento adequado. Os médicos devem estar cientes que os sintomas alérgicos podem reaparecer quando o tratamento sintomático é descontinuado.

SE VOCÊ TIVER ALGUM PROBLEMA GRAVE DE FÍGADO, AZITROMICINA DI-HIDRATADA DEVE SER UTILIZADO COM CUIDADO.

Avise ao seu médico. Foram relatadas alteração da função hepática (funcionamento anormal do fígado), hepatite (inflamação do fígado), icterícia colestática (coloração amarelada da pele e mucosas por acúmulo de pigmentos biliares, devido à obstrução), necrose hepática (morte de células hepáticas) e insuficiência hepática (falência da função do fígado), algumas das quais resultaram em morte. Azitromicina deve ser descontinuada imediatamente se ocorrerem sinais e sintomas de hepatite.

Não utilize azitromicina di-hidratada juntamente com derivados do ergo (medicação com várias indicações incluindo analgesia, representados pela ergotamina).

Foi relatada diarreia associada à Clostridium difficile (tipo de bactéria) com a maioria dos agentes antibacterianos, incluindo azitromicina, que pode variar de diarreia leve a colite (inflamação do intestino grosso ou cólon) que pode ser fatal. Houve relatos de diarreia associada a C. difficile até 2 meses após a administração de agentes antibacterianos. É necessário cuidado médico nestas situações.

ATENÇÃO: AZITROMICINA DI-HIDRATADA PÓ PARA SUSPENSÃO ORAL CONTÉM AÇÚCAR, PORTANTO, DEVE SER USADO COM CAUTELA EM DIABÉTICOS.

Devido a presença de açúcar, azitromicina di-hidratada não é indicada a pacientes com intolerância à frutose (tipo de açúcar), má absorção de glicose-galactose ou deficiência de sacarase-isomaltase (doenças onde existe dificuldade no processo de digestão).

AZITROMICINA DI-HIDRATADA NÃO DEVE SER UTILIZADO POR MULHERES GRÁVIDAS SEM ORIENTAÇÃO MÉDICA OU DO CIRURGIÃO-DENTISTA.

NÃO USE AZITROMICINA DI-HIDRATADA DURANTE A AMAMENTAÇÃO SEM ORIENTAÇÃO MÉDICA.

NÃO HÁ EVIDÊNCIAS DE QUE AZITROMICINA DI-HIDRATADA POSSA AFETAR A SUA HABILIDADE DE DIRIGIR OU OPERAR MÁQUINAS.

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA. SÓ PODE SER VENDIDO COM RETENÇÃO DA RECEITA.

 

BULA DO PACIENTE (Clique no botão):


Laboratório Pharlab – MS 1410706100024

Para obter informações adicionais ligue para Total Médica · Atendimento ao Cliente no (61) 3233-9706 ou no E-mail atendimento@totalmedica.com.br

Pague com
  • PagHiper
  • Mercado Pago
  • PagSeguro V2
Selos

MBN Suprimentos em Saúde Ltda. ME - CNPJ: 21.689.389/0001-02 © Todos os direitos reservados. 2021

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência em nosso site. Para saber mais acesse nossa página de Política de Privacidade

A Total Médica segue as determinações da some text

MBN Suprimentos em Saúde Ltda ME | CNPJ: 21.689.389/0001-02 | Brasília – Distrito Federal | IE: 07.706.758/001-59 | AFE: 8.12300.2 e 2.08747.0 | RLE · Licença de Funcionamento / Sanitária: 53201981266.| Farmacêutica Responsável: Danúbia Maria Schneider, CRF 3224; | Endereço Sede: STRC 04, Conjunto F, Lote 18/20, Centro de Vivência, CEP: 71.225-540 | Horário de Funcionamento: Matriz - Segunda a Sexta das 08h00 às 18h00 | Site - 24 horas por dia.

As informações contidas neste site não devem ser usadas para automedicação e não substituem, em hipótese alguma, as orientações dadas pelo profissional da área médica. Somente o médico está apto a diagnosticar qualquer problema de saúde e prescrever o tratamento adequado. Ao persistirem os sintomas, um médico deverá ser consultado. Os preços e promoções divulgados no site são válidos apenas para compras feitas pela internet. Maiores esclarecimentos, consultar o site: www.anvisa.gov.br. A Total Médica trabalha com as tecnologias mais avançadas de proteção de dados, para que você possa realizar suas compras com tranqüilidade. A privacidade e a segurança dos clientes são compromissos da Total Médica. Todos os pedidos efetuados estão sujeitos à confirmação da disponibilidade de produto em nosso estoque. *Para receber em até 1 dia, suas compras devem ser feitas em dias uteis.